LABEL

Maciste no Vale dos Reis | O Filho de Sansão - 1960

R$7,00

(Disponível)

Maciste no Vale dos Reis | O Filho de Sansão - 1960

Diretor: Carlo Campogalliani
Modelo: A-38-EPI
Disponibilidade: Disponível
R$7,00

Maciste no Vale dos Reis | O Filho de Sansão - 1960

Durante o domínio persa sobre o Egito (cerca de 525-480 aC), o jovem príncipe Kenamon costuma passear e se misturar com os pobres. Uma vez, ele se encontra em uma situação de risco de vida e é salvo por um homem forte, Maciste. Em outra ocasião, ele vê uma garota bonita, Nofret, e se apaixona por ela. Ele fala com o pai, o faraó Amirteo I, sobre ficar muito impressionado com a fome e as condições de vida miseráveis ​​do povo. Seu pai decide formar um exército contra os persas, mas sua linda mas astuta esposa Smedes, madrinha de Kenamon e aliada do persa Gran Visir, o mata antes que ele aja. Uma vez no trono do faraó, Kenamon é drogado com uma substância preparada por Smedes e perde sua força de vontade. Enquanto isso, Nofret está prestes a ser vendido como escravo. Maciste se torna o líder da revolta popular, e é aclamado nos jogos locais. Maciste liberta Nofret, consegue não cair nos filtros do amor de Smedes e reúne e lidera um exército rebelde contra as tropas persas e a guarda do palácio. O Grand Visir e Smedes são mortos e, portanto, Kenamon está livre de seu estupor. Kenamon agradece a Maciste por sua ajuda decisiva e, finalmente, casou-se com Nofret.

Ficha Técnica
Título no Brasil Maciste no Vale dos Reis | O Filho de Sansão
Título Original Maciste nella valle dei Re and Son Of Sanson
Ano de Lançamento 1960
Idioma Inglês
Legenda Português
Cores Colorido
Qualidade Sem Menu (DVD-Rip)
Gênero Épico
Duração 94 Min. Aprox.
Direção Carlo Campogalliani
Criador Oreste Biancoli
Países de origem Itália, França, Iugoslávia
Elenco Mark Forest, Chelo Alonso, Vira Silenti, Angelo Zanolli, Federica Ranchi, Carlo Tamberlani, Nino Musco, Zvonimir Rogoz, Ignazio Dolce, Andrea Fantasia, Petar Dobric
Observação Qualidade de Imagem Média, Regular

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.